Conheça as Recomendações e as Contraindicações da Vacina Contra Febre Amarela

post_febre_cepem_blog_2

Fique atento a algumas recomendações e as contraindicações da vacina contra febre amarela.

Recomendações:

  • Pessoas com até 60 anos e morem em locais de risco para a doença
  • Crianças a partir de 9 meses, ou 6 meses se forem residentes de área de risco
  • Quem vai para zona rural e áreas de mata
  • Quem tomou a vacina há mais de 10 anos

Contraindicações:

  • Pessoas com alergia grave ao ovo.
  • Crianças menores de 06 meses de idade.
  • Quem está em processo de quimioterapia ou radioterapia ou que terminou em menos de 3 meses.
  •  Imunodepressão transitória ou permanente, provocada por doenças (neoplasias, Aids e infecção pelo HIV com comprometimento da imunidade) ou pelo tratamento (drogas imunossupressoras acima de 2mg/kg/dia por mais de duas semanas).

Observações importantes:

A dose deve ser aplicada com, pelo menos, dez dias de antecedência para garantir a proteção.

Casos como, idodos, pessoas que fizeram algum tipo de cirurgia, gestantes, quem está amamentando e pessoas com HIV,  se expostas a áreas de riscos, precisam ser avaliados por um médico para definição se há necessidade de vacinação.

Para quem não puder se vacinar,  a prevenção pode ser feita com uso de repelentes e roupas de manga comprida, além de evitar locais de risco.

Não deixe de se prevenir.

Em caso de dúvidas consulte o seu médico.

Share

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Ver Outra Notícia
CEPEM Exame

Affirm Prone 3D – O novo sistema de biópsia mamária em 3D

No processo de rastreio de nódulos da mama, uma etapa decisiva é a realização de ...

Veja mais

CEPEM Vacinas

Você está em dia com o calendário de vacinas?

A imunização facilita o controle e a erradicação de doenças que podem ser preven ...

Veja mais

CEPEM Médico

Formas de prevenção para as doenças femininas mais incidentes no Brasil

O Dia Internacional da Mulher amplia o debate em relação à conscientização sobre ...

Veja mais

CEPEM Médico

Saúde ginecológica da mulher em pauta

No Brasil, para 2019, estima-se o surgimento de 16.370 novos casos de câncer de colo ...

Veja mais