A importância das vacinas e dos exames para a prevenção de doenças

Médico artigo 1 (Jan 2019)

Com a chegada do novo ano, é hora de alertar aos pacientes sobre a importância do calendário de vacinas e exames para 2019. Como já é de amplo conhecimento, a prevenção de doenças é feita por meio de ações antecipadas como programas de vacinação, exames periódicos e check-ups regulares. Porém, ainda é costume da maioria ir ao médico somente quando há sintomas –muitas vezes avançados- de alguma doença.
 
Portanto, deve ser feita a devida orientação aos pacientes sobre a importância da prevenção e do check-up. Confira abaixo um panorama das principais vacinas e exames.
 
Vacinas

Estar em dia com o calendário de vacinas facilita o controle e a erradicação de doenças que podem ser prevenidas. Atualmente, o calendário básico de vacinação é definido pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) e corresponde ao conjunto de vacinas consideradas de interesse prioritário à saúde pública do país.
 
– Infância e adolescência (dos 0 aos 19 anos): BCG, Hepatite A e B, Rotavírus, Tríplice bacteriana, Haemophilus influenzae tipo B, Poliomielite, Pneumocócica conjugada, Meningoco?cica conjugada C, Meningocócica B, Tríplice viral, Varicela, HPV, Influenza e Febre amarela.
 
– Fase adulta (dos 20 aos 59 anos): Tríplice viral, Hepatites A e B, HPV, Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto, Varicela, Influenza, Meningocócica conjugada ACWY, Meningocócica B, Pneumocócicas, Herpes zoster e Febre amarela.
 
– Gestação: Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto, Hepatite B e Influenza. Em situações especiais, são recomendadas: Hepatite A e B, Pneumocócicas, Meningocócica conjugada ACWY, Meningocócica B e Febre amarela.
 
– Terceira idade (mais de 60 anos): Influenza, Pneumocócicas (VPC13) e (VPP23), Herpes zoster, Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto, Hepatites A e B, Febre amarela, Meningocócica conjugada ACWY e Tríplice viral.
 
Exames de rotina

De maneira geral, a época de início da realização de alguns exames, bem como sua periodicidade, deve ser determinada por informações obtidas a partir do histórico familiar e do exame clínico de cada paciente. Entre os 20 e 30 anos, é recomendado o exame de sangue completo.
 
Para as mulheres, o exame preventivo ginecológico é fundamental, assim como a realização de mamografia e ultrassonografia de útero e ovários.
 
Já os homens devem realizar um exame de ultra e PSA para avaliar a próstata a partir dos 45/50 anos. Para os homens entre 65 e 75 anos, outro exame indicado é a ultrassonografia de abdômen para a triagem de aneurisma da aorta abdominal (AAA). O procedimento está associado a uma redução de quase 50% na chance de mortalidade relacionada ao AAA e, possivelmente, de redução de mortalidade por todas as causas.
 
A partir dos 40 anos, também deve ser feita uma avaliação cardiológica. A densitometria óssea é o exame indicado para investigar a saúde dos ossos, principalmente para mulheres na menopausa.
 
Pacientes com histórico de determinadas doenças ou que possuem fatores de risco (obesidade, tabagismo, sedentarismo, alto colesterol e hipertensão) devem fazer exames com menor intervalo entre eles, podendo variar de 1 ano até 6 meses. Pessoas com doenças crônicas como hipertensão, diabetes ou câncer, também precisam de maior acompanhamento. Para alguns casos, são indicados exames como tomografia computadorizada e ressonância magnética.
 
Para prevenção do câncer, a Força Tarefa de Serviços Preventivos dos Estados Unidos (USPSTF, sigla em inglês) recomenda os seguintes exames de rastreio:
 
Exame: Mamografia
Recomendação: Recomenda-se mamografia de triagem a cada dois anos para mulheres a partir dos 50 anos. Em condições especiais, a mulher pode optar por começar a triagem a partir dos 40 anos.
 
Exame: Rastreamento de câncer de colo de útero
Recomendação: Recomenda-se, a cada três anos, o rastreio com exame preventivo (papanicolau) em mulheres com idades entre 21 e 65 anos.
 
Exame: Rastreamento de câncer colorretal
Recomendação: Recomenda-se o rastreio em pacientes com idades entre 50 e 75 anos. O rastreamento inclui: exame de sangue oculto nas fezes todos os anos; colonoscopia a cada 10 anos; tomografia computadorizada do cólon a cada cinco anos; sigmoidoscopia flexível a cada cinco anos.
 
Exame: Rastreamento de câncer de pulmão
Recomendação: Recomenda-se o rastreio anual do câncer de pulmão usando tomografia computadorizada de baixa dose de radiação (TCBD) em fumantes com idades entre 55 e 80 anos e com histórico de fumo de 30 anos ou mais. Também é indicado para ex-fumantes, que abandonaram o fumo nos últimos 15 anos.
 
Exame: Rastreamento de câncer de próstata
Recomendação: Recomenda-se o rastreio após resultado do exame antígeno prostático específico (PSA).
 
O CEPEM possui centro de vacinas e serviços de exames e diagnósticos pautados pela excelência científica combinada ao relacionamento próximo, acolhedor e humanizado com os pacientes. Para mais informações, entre em contato com nossa equipe pelos telefones:
 
Central de Agendamento: (21) 2266-8000
 
CEPEM Vacinas – Centro: (21) 3212-4002 Ramal: 251
CEPEM Vacinas – Botafogo: (21) 2266-8088 Ramal: 155

Share