Vacine-se e garanta que os Jogos Olímpicos deixem apenas boas lembranças!

pos 3

Em algumas semanas, o Rio de Janeiro receberá o maior evento esportivo do mundo. Além dos melhores atletas, os Jogos Olímpicos também trazem alguns convidados indesejados: as doenças contagiosas.

Com a chegada de pessoas de todas as partes do planeta, o nosso sistema imunológico deve estar reforçado. Para isso, o CEPEM e o SBIM (Sociedade Brasileira de Imunização) recomendam a vacinação para você não perder nenhum jogo e garantir a medalha de ouro na saúde.

Alguns cuidados são importantes para você não bobear e curtir as Olimpíadas com tranquilidade:

– Vacine-se com antecedência, pois algumas vacinas necessitam de mais de uma dose e podem precisar de alguns dias para imunizar o seu organismo.

– Gestantes, portadores de doenças crônicas e idosos são grupos de atenção e devem consultar um médico para mais informações.

E quais vacinas são ideais para eventos de massa como as Olimpíadas? Basicamente, todas, mas algumas são mais indicadas devido ao contato com várias outras pessoas:

– Hepatite A e B

– Meningite

– HPV

– Varicela

– Sarampo, Caxumba e Rubéola

– Difteria, Tétano e Coqueluche

Então, atualize a sua carteira vacinal, tome as suas vacinas e aproveite os Jogos Olímpicos Rio 2016!

 

Clique aqui e confira o catálogo de vacinas do CEPEM.

 

UNIDADE CENTRO

(21) 3212-4002 Ramal 251

UNIDADE BOTAFOGO

(21) 2266-8088 Ramal 155

Share

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Ver Outra Notícia
CEPEM Exame

Affirm Prone 3D – O novo sistema de biópsia mamária em 3D

No processo de rastreio de nódulos da mama, uma etapa decisiva é a realização de ...

Veja mais

CEPEM Vacinas

Você está em dia com o calendário de vacinas?

A imunização facilita o controle e a erradicação de doenças que podem ser preven ...

Veja mais

CEPEM Médico

Formas de prevenção para as doenças femininas mais incidentes no Brasil

O Dia Internacional da Mulher amplia o debate em relação à conscientização sobre ...

Veja mais

CEPEM Médico

Saúde ginecológica da mulher em pauta

No Brasil, para 2019, estima-se o surgimento de 16.370 novos casos de câncer de colo ...

Veja mais