HPV e hepatite: saiba mais sobre as doenças de maior contágio no Carnaval

1-3

Por entre blocos e festas, os dias de Carnaval representam um maior risco de contágio de algumas doenças, entre elas o HPV e a hepatite. Saiba mais:
 

HPV

O HPV (sigla para Papilomavírus Humano) é um vírus que infecta pele ou mucosas, tanto de homens quanto de mulheres, provocando verrugas anogenitais (região genital e no ânus). É uma doença sexualmente transmissível (DST).

A infecção pelo HPV não apresenta sintomas na maioria das pessoas. Em alguns casos, o vírus pode ficar latente por meses e anos, sem se manifestar. Porém, a diminuição da resistência do organismo pode desencadear a multiplicação do HPV e, consequentemente, provocar o aparecimento de lesões. “Na maioria das vezes, quadros pontuais podem não representar riscos, já que essa é uma doença muito comum. Entretanto, alguns casos de infecções por papilomavírus humano podem gerar alterações celulares, que tendem a evoluir para o câncer (mais comumente o de colo de útero)”, afirma a ginecologista Yara Leitão.

As lesões clínicas se apresentam como verrugas na região genital e no ânus, podendo ser únicas ou múltiplas, de tamanhos e formatos variáveis. Em geral, são assintomáticas, mas podem causar coceira no local.

“As formas de prevenção incluem o uso de preservativo e a vacinação contra o HPV, indicada para meninas e mulheres a partir dos 9 anos”, salienta.
 
Hepatite

As formas virais mais comuns de hepatite são as causadas pelos vírus B e A.

A hepatite B é transmitida sexualmente e por transfusão de sangue. De acordo com o Ministério da Saúde, milhões de brasileiros são portadores do vírus B e não sabem. Dessa forma, correm o risco de desenvolver a doença crônica e suas complicações, além de transmitirem para outras pessoas. Na maioria dos casos, a hepatite não apresenta sintomas e, muitas vezes, é diagnosticada anos após a infecção, com sinais relacionados a outras doenças do fígado, como enjoo/vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados.

Já a hepatite A pode ser contraída por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável, ou por meio de alimentos ou água contaminada. Os sintomas podem incluir cansaço, tontura, enjoo e pele e olhos amarelados.

Ambos os tipos da doença podem ser prevenidas com a vacinação.
 
Vacinas

HPV: Indicada para meninas e mulheres a partir dos 9 anos, sem limite de idade. Confere proteção contra os principais tipos de vírus causadores de câncer de colo uterino. Seu esquema contempla três doses, com a primeira na data escolhida, a segunda um mês após e a terceira seis meses após a primeira.
 
Hepatites B e A: Todas as faixas etárias devem estar vacinadas contra hepatite B. Crianças devem receber a primeira dose da vacina ainda nas primeiras 12 horas de vida. O esquema contempla três doses, sendo a primeira na data escolhida, a segunda um ou dois meses após e a terceira seis meses após a primeira. A vacinação contra hepatite A deve ser feita em crianças a partir do primeiro ano de vida, adultos e idosos. O esquema indicado contempla duas doses, com intervalo de seis meses entre cada. Aos optantes da vacina combinada contra Hepatite A+B, o esquema vai ser realizado em três doses, sendo a primeira na data escolhida, a segunda um mês após e terceira seis meses após a primeira.
 

Venha atualizar o seu calendário de vacinas e reforçar a sua proteção! O CEPEM Vacinas está presente nas unidades Centro e Botafogo. Saiba mais em: https://www.cepem.med.br/vacinas/

Share

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Ver Outra Notícia
CEPEM Geral

Ações de Combate ao COVID-19

O CEPEM vem adotando diversas medidas e protocolos para garantir a segurança de paci ...

Veja mais

CEPEM Exame

Teste Covid-19 disponível no CEPEM

CEPEM agora realiza teste Covid-19. Disponível a domicílio e em nossas unidades. ...

Veja mais

CEPEM Geral

Data do mês: Dia da Mulher

Oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, o chamado Dia Inte ...

Veja mais

CEPEM Geral

Autoestima da mulher: serviços e tratamentos para incentivar o autocuidado

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o CEPEM vem reforçar o importante papel ...

Veja mais